Última atualização em 7 de maio de 2024 por JY machinetech

Então você está se perguntando “Como o chocolate é feito nas fábricas?” Continue lendo para saber mais sobre o processo, ingredientes, padrões de qualidade e aromas artificiais. Então, você saberá como é feita a sua confeitaria favorita. Veremos alguns dos métodos mais comuns e o equipamento real usado. Você pode até ver as máquinas em ação e ter uma ideia de como é feita a sua confeitaria favorita!

Ingredientes

Os grãos de cacau utilizados na fabricação do chocolate são primeiro torrados e depois classificados. Eles são então embalados em sacos ou contêineres e depois enviados em um navio para uma fábrica de chocolate. A partir daí, o chocolate é feito misturando grãos de diversas propriedades e origens, ou mantendo o cacau puro e fazendo chocolate de origem única. Depois de torrados, os grãos são separados da casca e das pontas. O produto acabado é então embalado e enviado para lojas e outros fabricantes de chocolate.

A torra do grão de cacau é uma das primeiras etapas na produção do chocolate. Os grãos do cacau são torrados em altas temperaturas, entre 120 e 140 graus Celsius, o que é importante para as reações de Maillard, que formam o sabor e o aroma. O processo de torra também descontamina o grão de cacau, removendo componentes indesejados. Esse processo também auxilia no desenvolvimento do sabor característico do chocolate. Na segunda fase, a massa de chocolate é conchada e resfriada, e ocorre uma reação química complexa para produzir o chocolate.

Processo de produção

O Processo de Produção do Chocolate em uma Fábrica começa com a têmpera do chocolate. O chocolate é aquecido a 31 graus Celsius para torná-lo firme. O aquecimento excessivo destrói o temperamento do chocolate. Para manter o brilho e a textura crocante, o chocolate é resfriado lentamente para evitar que fique quebradiço ou quebradiço. Nas etapas seguintes, o chocolate é moldado e embalado de acordo com o pedido do cliente. Numa fábrica de chocolate, a têmpera ocorre em diferentes etapas do processo.

LER  Linha de processamento de bolo de rocambole | linha de produção de bolo

O chocolate é então temperado e depois passado por peneiras vibratórias. Esse processo remove partículas grandes do chocolate, bem como “radículas”, o caule duro do grão que dá ao chocolate sua textura arenosa. Algumas fábricas de chocolate incorporam ímãs no processo de peneiração para eliminar a preocupação com a contaminação do produto por metais duros. No entanto, não é possível eliminar completamente os riscos associados às partículas de metal duro e é aconselhável usar uma tela que possa suportar altas temperaturas.

Padrões de qualidade

Para garantir que os consumidores recebam chocolate de alta qualidade, os fabricantes devem seguir certos padrões de qualidade. O rótulo de uma barra de chocolate deve indicar a quantidade de gordura vegetal adicionada a ela. Essa gordura deve ser compatível com as propriedades físicas do cacau em pó e adquirida por meio de processo de refino ou fracionamento. Não deve ter sido modificado através de processos enzimáticos, como hidrogenação ou hidrólise. Esta informação é vital para a segurança do consumidor.

As regras do processo de fabricação dos alimentos devem ser seguidas para evitar a contaminação do produto achocolatado. A Food and Drug Administration (FDA) estabelece padrões rígidos sobre como o chocolate deve ser manuseado. A fabricação do chocolate envolve várias etapas, cada uma introduzindo um risco aumentado de contaminação. Consequentemente, cada etapa deve ser equipada com protocolos de segurança adequados. Listados abaixo estão os padrões para chocolate fabricado em fábricas. Consideremos os detalhes desses padrões e como eles afetam a qualidade do chocolate.

Aromatizantes artificiais

A maioria dos chocolates é feita com ingredientes naturais, como grãos de cacau. Mas alguns fabricantes de chocolate adicionam aromatizantes artificiais para melhorar o sabor dos seus produtos. Os grãos de cacau são despejados em telas de malha, onde são aquecidos para soltar a casca. Uma máquina chamada joeirador remove as cascas. Em seguida, os grãos de chocolate são derretidos e aromatizados. Em alguns casos, os aromas artificiais nem são utilizados.

LER  Abertura de novo tecido

Para determinar se um produto de chocolate contém aromatizantes artificiais, é necessário conhecer seus ingredientes. Existem dois tipos de aromatizantes artificiais: naturais e sintéticos. Embora os sabores naturais sejam mais baratos de produzir, o processo de extraí-los é mais prejudicial ao meio ambiente. Além disso, os aromas artificiais são mais baratos e mais ecológicos do que os seus equivalentes naturais. Se você está preocupado com aromas artificiais, verifique o rótulo com atenção.

Temperatura em que o chocolate é feito

A produção do chocolate é complicada por dois fatores: temperatura e umidade. A temperatura ideal de armazenamento do chocolate é entre 15 e 17 graus Celsius com níveis de umidade inferiores a 50%. Essas condições aumentam o prazo de validade e evitam o florescimento de gordura. A vida útil do chocolate ao leite é de cerca de dois meses, enquanto a do chocolate amargo pode chegar a dois anos. A produção do chocolate começa com os grãos do cacau que são embalados em sacos de juta e transportados por via marítima. A temperatura ideal para o transporte dos grãos de cacau é entre 70 e 75 por cento de umidade relativa, enquanto seu teor de umidade é de seis a nove por cento.

A temperatura em que o chocolate é feito nas fábricas varia de acordo com o tipo de chocolate. O chocolate amargo é feito a temperaturas de 176 graus Fahrenheit, enquanto o chocolate ao leite é feito a 131 graus Fahrenheit. Deve ser temperado para obter uma estrutura firme e brilhante. O chocolate também deve estar livre de impressões digitais. O processo de têmpera é um processo altamente controlado. Como parte do processo de têmpera, a manteiga de cacau é resfriada e solidificada.

Ingredientes usados para fazer chocolate

Existem vários ingredientes necessários para fazer um bom pedaço de chocolate. Normalmente, o produto final é pelo menos açúcar 50%. O açúcar adicionado geralmente é sacarose, mas também pode ser lactose no chocolate ao leite. Outros açúcares usados recentemente na fabricação de chocolate incluem frutose, sorbitol e polidextrose. Os chocolates devem ser temperados adequadamente para evitar fragilidades. A alta umidade é uma das principais causas do florescimento do açúcar. Ocorre quando a umidade se condensa na superfície do chocolate. O açúcar do chocolate é extraído e recristalizado na superfície.

LER  Como a goma é feita nas fábricas?

Os fabricantes industriais de chocolate usam licor de cacau e açúcar como ingredientes principais. Dependendo da marca, alguns fabricantes substituem a lecitina de soja pela manteiga de cacau. A lecitina de soja não contém OGM. Outros fabricantes de chocolate usam um emulsificante sintético chamado PGPR, derivado do óleo de mamona. Tanto o açúcar quanto a manteiga de cacau estão presentes no chocolate ao leite. Adicionar lecitina de soja ao chocolate ao leite pode resultar em uma textura mais lisa.

Postagens relacionadas

Porque escolher-nos?


A Shanghai Junyu começou como fabricante de equipamentos alimentícios, especializada em diversos tipos de máquinas para a indústria alimentícia. Nossa linha inclui máquinas para fazer biscoitos, máquinas para fazer doces, máquinas para fazer chocolate, máquinas para fazer wafers, máquinas para fazer bolos, máquinas de embalagem e muito mais. Com o compromisso com a qualidade e a inovação, nos esforçamos para fornecer equipamentos de primeira linha para atender às diversas necessidades de nossos clientes no setor de fabricação de alimentos.

Gama diversificada de produtos: A Junyu oferece uma ampla variedade de equipamentos para alimentos, incluindo máquinas para fazer biscoitos, máquinas para fazer doces, máquinas para fazer chocolate e muito mais, atendendo a diversas necessidades da indústria alimentícia.
Máquinas de alta qualidade: A Junyu tem o compromisso de produzir equipamentos de alta qualidade, garantindo durabilidade, confiabilidade e eficiência nos processos de produção de alimentos.
Tecnologia inovadora: Com foco na inovação, a Junyu integra tecnologia avançada em suas máquinas, melhorando o desempenho e a produtividade de seus clientes.
Opções de personalização: A Junyu oferece opções de personalização para adequar as máquinas de acordo com as necessidades específicas do cliente, garantindo que cada máquina atenda às necessidades exclusivas de seus usuários.
Conhecimento e Experiência: Com anos de experiência na indústria, a Junyu desenvolveu experiência na fabricação de equipamentos para alimentos, oferecendo aos clientes produtos confiáveis apoiados pelo conhecimento da indústria.
Alcance global: A Junyu tem presença global, atendendo clientes em todo o mundo e fornecendo suporte e serviços sempre que necessário.

Receba um orçamento grátis


    pt_BRPortuguês do Brasil